André Opticas na Revista DOZE

A nova edição da revista DOZE, que está fantástica como sempre, conta com uma

produção com os nossos óculos. Dedicada ao universo masculino a DOZE está mais uma

vez de parabéns pelo trabalho, e pode ser adquirida em banca seleccionadas ou consultada nas

nossas lojas – ENJOY -

Exposição "Por Detrás das Sombras"

A exposição “POR DETRÁS DAS SOMBRAS” evoca uma das peças de acessório com maior transformação ao longo dos tempos, apresentando uma seleção da Coleção André Ópticas (com mais de 3000 peças vintage), dando a conhecer algumas das peças mais impor- tantes da história dos óculos. Na sala dos cofres, a seleção de cerca de 400 óculos destaca as principais marcas, estilos, autores e alterações nas formas e materiais que marcaram a evolução dos óculos dos anos 1950 até à atualidade. Apesar de se centrar na contempora- neidade, existem recuos históricos importantes, nomeadamente exemplares do século XVII. O objetivo é mostrar ao grande público a evolução que os óculos foram tendo, as suas grandes transformações quanto à forma, cor, material e tecnologia aplicada, bem como o modo como concorreram ao longo dos tempos para a definição dos diferentes estilos e linguagens, sendo eles próprios atores e veículos de diferentes perspetivas da cultura material. A André Ópticas nasceu em 1981 no seio de uma família de Opticos em Oeiras. (mais…)

AndréOpticas 30 years Birthday Party Video

Na André Opticas vendem-se óculos para pessoas do outro mundo, por isso nada melhor do que um vestido do outro mundo para celebrar os seus 30 anos de existência. A André Opticas lançou o desafio e João Rolo materializou o projecto: Um vestido exuberante com 8,5 metros de tecido Moiré, confeccionado com mais de 300 óculos e cerca de 250 hastes em tons de castanho, vermelho e bordeaux. Uma peça haute couture, única no mundo, que está agora em exposição na André Opticas da Av. Liberdade, em Lisboa. Aqui é possível admirar este vestido com a assinatura João Rolo, mas também descobrir marcas de eyewear exclusivas e luxuosas, modelos que são autenticas relíquias vintage – produzidos, muitos, há mais de 50 anos -, marcas internacionais, mais comerciais, e outras mais alternativas.